A página inicial está de cara nova Experimentar close button

JBS segue como a empresa mais internacionalizada do Brasil

Segundo Fundação Dom Cabral, empresa é seguida pela Stefanini, Gerdau e Ibope

São Paulo - A Fundação Dom Cabral divulgou, hoje (29/6), o Ranking das Transnacionais Brasileiras. O estudo mostra quais são as companhias nacionais mais internacionalizadas. Dentre as 49 empresas avaliadas, destacou-se novamente a JBS Friboi, que também liderou o ranking em 2010.

A JBS apresentou um índice de transnacionalidade de 0,596. Em segundo lugar, está a Stefanini, de tecnologia da informação, com índice de 0,469. A presença de empresas de menor porte entre as líderes mostra o peso da internacionalização na empresa.

“Há empresas enormes no Brasil e no exterior, mas que por serem muito grandes no país não se destacam na internacionalidade”, disse Sherban Leonardo Cretoiu, Professor Coordenador do Núcleo de Negócios Internacionais da FDC. A Petrobras ocupou o 27º lugar, por exemplo.

No terceiro lugar no ranking está a Gerdau, com índice de 0,462 , seguida pelo Ibope, com índice de 0,423. A Gerdau foi a segunda colocada no ranking de 2010 e a primeira em 2009. O Ibope ocupou o terceiro lugar no ranking de 2010.

Entre os três bancos que participaram -  a FDC os separa do restante das empresas - o Itaú-Unibanco lidera, seguido pelo Bradesco e pelo Banco do Brasil.O motivo para a separação dos bancos das outras empresas que participam do ranking é a liquidez alta dos ativos das instituições financeiras. “Se comparado às outras empresas é um valor que se distorce muito”, disse  Lívia Barakat, Professora Assistente

O estudo tem como base três indicadores: receitas, ativos e número de funcionários em outros países - que são usados no índice de transacionalidade da UNCTAD.

Por indicador, o JBS lidera em receitas no exterior e em número de funcionários, mas perde para a Stefanini em porcentagem de ativos no exterior. A Stefanini foi a empresa, entre as 20 maiores, que mais aumentou seu índice de internacionalização.

Os investimentos do Brasil no exterior tem crescido, segundo Barakat. O fluxo no ano de 2010 não se equipara aos picos de 2006 e 2008, mas indicou um crescimento em relação a 2009 - ano em que o fluxo caiu em decorrência dos reflexos da crise econômica mundial.

A pesquisa de 2011 mostra um crescimento de receitas e ativos no exterior, com relação a 2009. A proporção do crescimento das receitas foi inferior em relação a dos ativos. Isso ocorreu por conta da valorização do real perante o dólar, segundo Barakat.

Veja as dez empresas brasileiras mais internacionalizadas e seus principais dados no mercado:

Posição Empresa Índice de transnacionalidade Receita Ativos Funcionários
1 JBS 0,596 0,774 0,398 0,617
2 Stefanini

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:"Tabela normal";
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-parent:"";
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:"Calibri","sans-serif";
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:"Times New Roman";
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;
mso-fareast-language:EN-US;}

0,496

0,361 0,677 0,370
3 Gerdau 0,462 0,353 0,580 0,453
4 Ibope 0,423 0,260 0,486 0,522
5 Marfrig 0,380 0,392 0,377 0,373
6 Metalfrio 0,337 0,197 0,319 0,492
7 Odebrecht 0,327 0,367 0,258 0,356
8 Suzano 0,315 0,770 0,131 0,043
9 Sabó 0,311 0,367 0,205 0,360
10 Vale 0,292 0,232 0,435 0,209

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também