IPO da Pague Menos pode movimentar mais de R$ 1 bilhão

Faixa estimativa de preço para a oferta é que cada ação seja vendida entre 10,22 e 12,54 reais
Pague Menos: rede de drogarias pode levantar mais de um bilhão de reais em sua oferta inicial de ações (Ricardo Moraes/Reuters)
Pague Menos: rede de drogarias pode levantar mais de um bilhão de reais em sua oferta inicial de ações (Ricardo Moraes/Reuters)
Por ReutersPublicado em 27/07/2020 21:20 | Última atualização em 27/07/2020 20:54Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A rede de drogarias Pague Menos pode levantar mais de um bilhão de reais em sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de acordo com as indicações do prospecto preliminar da oferta publicado nesta segunda-feira.

De acordo com o documento, a faixa estimativa de preço para a oferta é que cada ação seja vendida entre 10,22 e 12,54 reais. Serão ofertadas inicialmente 87.873.463 ações, mas a transação pode ser acrescida de um lote suplementar de 13.181.019 papéis, o que corresponde a 15% da oferta base.

Considerado o ponto médio da faixa estimada de preço, de 11,38 reais por ação, se a empresa vender todo o lote inicial mais o suplementar, a oferta movimentaria cerca de 1,3 bilhão de reais.

Segundo o documento, a precificação deve acontecer em 31 de agosto, com a estreia das negociações na B3 em 2 de setembro, sob o código PGMN3.

O grupo, apoiado pela General Atlantic, busca recursos para financiar o crescimento. A oferta consiste apenas de um lote primário de ações, o que significa que todo o montante captado será destinado para o caixa da empresa.

Itaú BBA, Credit Suisse, JPMorgan, XP, Santander e BB Investimentos são os coordenadores da transação.

Veja Também

Cade aprova venda da Extrafarma para Pague Menos
Mercados
Há uma semana • 2 min de leitura

Cade aprova venda da Extrafarma para Pague Menos

Raia elimina o 'Droga' do nome em mudança de marca
Negócios
Há 2 semanas • 2 min de leitura

Raia elimina o 'Droga' do nome em mudança de marca