Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Impulsionada por café, Nestlé tem bom ano apesar de coronavírus

A produção total no Brasil, desde sorvete até ração para pets, deve ter subido 15% em relação aos níveis de 2019

A produção da Nestlé está a todo vapor no Brasil, em resposta ao aumento da demanda entre consumidores que passam mais tempo em casa e também como uma proteção contra interrupções da oferta.

A produção total no Brasil, desde sorvete até ração para pets, deve ter subido 15% em relação aos níveis de 2019, no que deve ser um “bom” ano para a empresa suíça apesar da pandemia, disse em entrevista Marcelo Melchior, que comanda as operações no país.

No início da pandemia, as quarentenas derrubaram as vendas para restaurantes, hotéis e shoppings, ao mesmo tempo que houve maior demanda por itens tipicamente consumidos em casa. A Nestlé então começou a fazer contratações e a realocar funcionários para operar com capacidade total em todas as operações.

Líder de vendas de café instantâneo e em cápsula no Brasil com as marcas Nespresso e Dolce Gusto, a empresa observa um salto das compras de produtos mais sofisticados para consumo doméstico.

“As pessoas trouxeram para casa o prazer que costumavam sentir ao tomar um café em uma boa cafeteria ou restaurante”, disse Melchior. Esse comportamento também se estendeu aos ingredientes culinários, à medida que as pessoas tentam tornar as quarentenas mais agradáveis.

No segmento fora de casa, a recuperação das vendas tem sido lenta em meio à cautela persistente dos consumidores, embora as vendas online tenham dobrado, o que ajuda a amortecer o golpe. Ainda assim, Melchior não vê uma mudança permanente de comportamento.

“O consumo fora de casa sobreviveu a muitos problemas, incluindo guerras, e sempre foi retomado”, disse. “Como será o retorno desta vez? Não sabemos. Os seres humanos, porém, são sociais.”

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também