Negócios

GPA é notificado de processo de arbitragem sobre aluguel de lojas

Grupo se defendeu e afirmou que o procedimento visa discutir "o cálculo do valor locatício

Pão de Açúcar: companhia ainda informa que considera as pretensões da Península "infundadas" e espera que o processo seja julgado a favor do GPA (Marcos Issa/Bloomberg)

Pão de Açúcar: companhia ainda informa que considera as pretensões da Península "infundadas" e espera que o processo seja julgado a favor do GPA (Marcos Issa/Bloomberg)

R

Reuters

Publicado em 13 de setembro de 2017 às 09h12.

São Paulo - O Grupo Pão de Açúcar foi notificado sobre pedido de instalação de arbitragem de quotistas do Fundo de Investimento Imobiliário Península envolvendo contratos de locação de imóveis celebrados em 2005 com a empresa.

Em fato relevante na noite de terça-feira, o GPA esclarece que o procedimento visa discutir "o cálculo do valor locatício, assim como outras questões operacionais relacionadas às lojas de propriedade da Península".

A companhia ainda informa que considera as pretensões da Península "infundadas" e espera que o processo seja julgado a favor do GPA.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasPão de AçúcarVarejo

Mais de Negócios

TotalEnergies investe em pesquisa, desenvolvimento e inovação para acelerar a transição energética

Essa empresa criou uma "amiga artificial" para você conversar no WhatsApp e praticar inglês

Boeing se declara culpada no caso dos acidentes do avião 737 Max

20 franquias baratas para empreender em cidades do interior a partir de R$ 6.998

Mais na Exame