A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Fundadores do Twitter voltam às origens para relançar a Obvious

Nenhum dos dois disse explicitamente na conferência o que pretendem fazer com a empresa relançada

Aspen - Biz Stone e Evan Williams, co-fundadores do Twitter, querem reativar a Obvious, companhia que criaram anos atrás para servir como incubadora de projetos de tecnologia, e cujo trabalho resultou no desenvolvimento do Twitter.

Stone e Williams continuarão a assessorar o Twitter quanto a questões estratégicas, mas dedicarão a maior parte do seu tempo à The Obvious Corporation, disse Stone durante a Aspen Ideas Conference, na terça-feira.

Os dois, em companhia de outros sócios como Jack Dorsey, hoje presidente do serviço de pagamentos Square, criaram o Twitter. O serviço se tornou um fenômeno e seus microblogs são usados por celebridades e chefes de Estado, e ocasionalmente elogiados como ferramenta de promoção do livre fluxo de informações.

Nem Stone e nem Williams disseram explicitamente na conferência o que pretendem fazer com a Obvious, mas afirmaram que estavam entusiasmados em criar projetos que melhorem as vidas das pessoas.

"Todas as grandes ideias são óbvias, em retrospecto", disse Williams. "Se voltarmos a ter a sorte que tivemos com o Twitter, isso será excelente."

Dick Costolo substituiu Williams como presidente-executivo do Twitter em outubro, decisão que fontes do Vale do Silício afirmaram que serviu para concentrar as atenções do serviço na monetização, ou seja, em traduzir em receita o vasto e crescente conjunto de usuários do site.

"A equipe do Twitter e seus líderes se tornaram incrivelmente produtivos. Decidi que o uso mais produtivo do meu tempo seria sair de seu caminho até que precisem de minha colaboração para algo específico", disse Stone em seu blog www.bizstone.com.

"Nosso plano é desenvolver novos projetos e trabalhar na solução de grandes problemas descritos por uma declaração de objetivo simples: The Obvious Corporation desenvolve sistemas que ajudam as pessoas a trabalhar juntas para melhorar o mundo", disse Stone.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também