Funcionários da LG de Taubaté entram em férias por coronavírus

Fabricante de celulares afirmou em nota que novo vírus tem provocado o desabastecimento de peças nas produções, e por isso, fará uma paralização de 10 dias
Várias empresas chinesas que produzem componentes e peças para celulares, utilizados pela LG brasileira, foram fechadas (LG/Reprodução)
Várias empresas chinesas que produzem componentes e peças para celulares, utilizados pela LG brasileira, foram fechadas (LG/Reprodução)
A
Agência BrasilPublicado em 02/03/2020 às 21:56.

A partir de hoje (02), 200 funcionários da fábrica de Taubaté (SP) da LG Eletronics, da área de produção de celulares, entram em férias coletivas por causa da falta de insumos para a fabricação de celulares. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (SindMetau), a empresa alegou que, diante do novo coronavírus na China, várias empresas chinesas que produzem componentes e peças para celulares, utilizados pela LG brasileira, foram fechadas, o que dificulta a produção de celulares no Brasil.

Por meio de nota, a LG Eletronics do Brasil confirmou que, devido ao surto do novo coronavírus no mundo, que "tem provocado o desabastecimento de peças nas produções, fará uma parada de 10 dias na produção, a partir de 2 de março, em sua unidade fabril de celulares, localizada em Taubaté".