Ex-dono da UniSEB agora compra participação na Estácio

Após vender universidade, Chaim Zaher comprou do GP Investments fatia de 4% na Estácio

São Paulo – Há poucos dias, a Estácio comprou a UniSEB, que pertencia a Chaim Zaher. Agora, o empresário comprou do fundo GP Investments parte das ações da Estácio. As informações são do Valor Econômico, desta segunda-feira.

Em nota, a Estácio nega que a fatia comprada pela família Zaher pertencia ao fundo GP, conforme disse reportagem do Valor. Segundo comunicado divulgado pela Estácio, a fatia de 4% teria sido negociada diretamente na bolsa.

Com a operação, Zaher passará a deter 9,7% de participação na Estácio, pois quando vendeu a UniSEB, o acordo previa que o empresário recebesse 5,7% de ações da universidade como forma de pagamento.

A operação entre a Estácio e a UniSEB, no entanto, precisa passar pelo aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para ser concluída.

Operação

Duas semanas atrás, a rede de ensino privado Estácio comprou a UniSEB por 615,3 milhões de reais em dinheiro e ações.

A UniSEB faz parte do Sistema Educacional Brasileiro (SEB), da família Zaher, que em 2010 vendeu para a britânica Pearson os sistemas de ensino COC, Pueri Domus, Dom Bosco e NAME por 613,3 milhões de reais.

*Matéria atualizada às 14h35

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.