Ericsson cortará custos com crescimento mais fraco

Empresa planeja reduzir custos em US$ 1,2 bilhão por ano, incluindo redução de pessoal

Estocolmo - A empresa de equipamentos e serviços para redes de telecomunicações Ericsson planeja reduzir custos em 9 bilhões de coroas suecas, 1,2 bilhão de dólares, por ano, incluindo redução de pessoal, devido a perspectivas de crescimento mais fraco em seus mercados, disse o grupo nesta quinta-feira.

As ações da companhia sueca subiram mais de 3 por cento depois da empresa informar que espera sentir os benefícios dos cortes a partir de 2017.

A companhia disse ainda que os custos de reestruturação ficariam em torno de 3 bilhões a 4 bilhões de coroas suecas, e que incluirá dinamizar o portfólio de produtos e melhorar sua cadeia de fornecedores.

A empresa não disse quantos empregos planeja cortar. A companhia emprega cerca de 118 mil pessoas no mundo todo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.