Empresário egípcio quer que Telecom Italia cresça no Brasil

Naguib Sawiris pretende reestruturar a empresa e prepará-la para crescer no Brasil, caso os acionistas da TIM aceitem o aumento de capital de €3 bilhões proposto por ele

Dubai - O empresário egípcio Naguib Sawiris pretende reestruturar a Telecom Italia e prepará-la para crescer no Brasil, caso o acionistas da controladora da TIM aceitem o aumento de capital de 3 bilhões de euros (3,9 bilhões de dólares) proposto por ele.

Sawiris, que chegou a ser dono da Wind, terceira maior operadora móvel da Itália, pode se tornar um dos maiores acionistas da controladora com o aumento de capital.

São poucos os detalhes de que se tem conhecimento, mas o empresário disse à Reuters ter proposto que o aumento de capital esteja aberto a todos os acionistas, e não só a ele, e que a operação deve ser conduzida com o atual preço de mercado, 0,70 euro por ação.

Isso deve não agradar aos demais acionistas da Telecom Italia, entre eles, a Telefónica e três instituições financeiras italianas que, juntas, têm 22,4 por cento por meio da holding Telco, que não é listada em bolsa.

Esses acionistas avaliam a controladora da TIM em 1,50 euro por ação. Na segunda-feira, a Findim Group, que controla 5 por cento da companhia, afirmou que 1,50 euro é o "preço justo" para qualquer aumento de capital.

Sawiris, contrariando a tendência de desinvestimento no sul da Europa por causa da crise, disse que também pode convocar seus antigos sócios na Wind para fazer a Telecom Italia voltar a crescer.

"Esta proposta dará estrutura financeira mais estável, maior crescimento na América Latina e no Brasil, e melhor gestão com a entrada de pessoas que conhecem bem o mercado italiano", afirmou o empresário à Reuters.

Sawiris chegou a procurar a Telefónica e os outros acionistas da Telco sobre um possível aumento de capital na holding, mas, diante da recusa, procurou diretamente o grupo italiano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.