Em dez anos, indústria perde 9,6 mil empresas e 1 milhão de postos de trabalho

Setor automotivo foi o que amargou a maior perda de participação industrial no período. Pandemia agravou crise econômica
A indústria perdeu 1 milhão postos de trabalho entre 2011 e 2020. (José Paulo Lacerda/CNI/Reprodução)
A indústria perdeu 1 milhão postos de trabalho entre 2011 e 2020. (José Paulo Lacerda/CNI/Reprodução)
A
Agência O GloboPublicado em 21/07/2022 às 13:37.

Influenciado pelas crises econômicas e pela pandemia de Covid-19, o setor industrial brasileiro amarga uma série de declínios nos últimos dez anos. É o que aponta a Pesquisa Industrial Anual (PIA) Empresa e Produto de 2020, do IBGE, divulgada nesta quinta-feira.

O país tinha 303,6 mil indústrias com uma ou mais pessoas ocupadas em 2020, levando o setor a registrar a sétima queda seguida no número de empresas industriais. Em relação a 2019, houve uma perda de 2.865 mil empresas, recuo de 0,9%. Frente ao ponto mais alto da série de dez anos, em 2013, a redução foi de 9,4% (31,4 mil empresas).

A indústria perdeu 1 milhão postos de trabalho entre 2011 e 2020. Frente a 2013, houve uma perda de 15,3% das vagas. Havia 7,7 milhões de pessoas trabalhando no setor em 2020, das quais 97,4% operavam nas indústrias de transformação.

"Vimos uma tendência de redução do número de empresas desde 2014, início da crise", analisa a gerente de análise estrutural da pesquisa, Synthia Santana.

Desigualdade entre setores

A pandemia de Covid-19 impactou o setor industrial brasileiro de forma desigual. Enquanto algumas atividades paralisaram, lidaram com desabastecimento ou paralisaram jornadas de trabalho, outras adotaram turnos extras e vislumbraram novos ramos de atuação.

A indústria brasileira registrou receita líquida R$ 4 trilhões em receita líquida de vendas em 2020. Somente as indústrias extrativas corresponderam a R$ 274,6 bilhões, enquanto a indústria de transformação geraram R$ 3,7 trilhões (o equivalente 93,1% do faturamento).

Indústria de alimentos cresce

Enquanto a indústria alimentícia ganhou maior participação no setor industrial em dez anos, liderando entre os avanços com alta de 5,9 p.p., a indústria automobilística amargou a maior redução de participação no período (-4,9 p.p).

De acordo com o IBGE, a indústria automotiva sofreu tanto durante a crise econômica entre 2015 e 2015 como entre 2019 e 2020, sobretudo em função da pandemia.

O setor de fabricação de produtos alimentícios foi o que mais empregou na indústria em 2020, sendo responsável por 23% do pessoal ocupado.

VEJA TAMBÉM: 

Mercado Livre: Brasil lidera frota de veículos elétricos na América Latina

Bill Gates pretende doar toda sua fortuna e sair da lista dos mais ricos do mundo

Veja Também

Vitor Knijnik: a Era do Siliconwood
Um conteúdo Bússola
Há 16 horas • 3 min de leitura

Vitor Knijnik: a Era do Siliconwood

JBS encerra operação de proteína vegetal nos EUA
Negócios
Há um dia • 1 min de leitura

JBS encerra operação de proteína vegetal nos EUA