Negócios

eBay acusa Amazon de assediar vendedores em sua plataforma

"Solicitamos que a Amazon encerre suas atividades ilegais e iremos tomar as medidas apropriadas", afirmou a ebay em comunicado

FACHADA DO EBAY: a empresa disse ter sido alertado sobre a situação há cerca de 10 dias (David Paul Morris/Bloomberg)

FACHADA DO EBAY: a empresa disse ter sido alertado sobre a situação há cerca de 10 dias (David Paul Morris/Bloomberg)

R

Reuters

Publicado em 3 de outubro de 2018 às 15h08.

O eBay acusou nesta quarta-feira a Amazon de tentar levar vendedores para sua plataforma através do sistema interno de mensagens do eBay.

"Descobrimos um esquema ilegal e perturbador da Amazon que pede aos vendedores do eBay para migrarem para a plataforma da Amazon", disse o eBay, acrescentando que enviou uma carta de cessação à Amazon na segunda-feira.

"Solicitamos que a Amazon encerre suas atividades ilegais e iremos tomar as medidas apropriadas, conforme necessário, para proteger o eBay", afirmou a empresa em comunicado.

A Amazon disse que está conduzindo uma investigação sobre as acusações.

O Wall Street Journal publicou nesta quarta-feira que uma investigação do eBay descobriu que cerca de 50 funcionários da Amazon ao redor do mundo enviaram mais de mil mensagens para vendedores da plataforma rival.

O eBay disse ter sido alertado sobre a situação há cerca de 10 dias, após um vendedor entrar em contato com a empresa ao ser abordado por um funcionário da Amazon sob falsas pretensões.

Acompanhe tudo sobre:AmazonAssédio moraleBay

Mais de Negócios

Como linhas de crédito para COP vão ajudar Dona Lúcia, cozinheira que mudou o modo de comer no Pará

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Casa do Pão de Queijo

De pequena farmácia a gigante da beleza, como O Boticário virou um fenômeno com R$ 30 bi em vendas

Smart Fit compra rede de estúdios Velocity por R$ 183 milhões

Mais na Exame