Negócios

Apresentado por RAZONET

Contador a R$ 55,30 por mês? Conheça a startup mais inovadora do Sul

Pioneira em contabilidade digital, a Razonet cresce com tecnologia de ponta e atendimento via WhatsApp

Equipe da Razonet: empresa de contabilidade digital foi eleita uma das melhores para trabalhar pelo GPTW (Razonet/Divulgação)

Equipe da Razonet: empresa de contabilidade digital foi eleita uma das melhores para trabalhar pelo GPTW (Razonet/Divulgação)

e

exame.solutions

Publicado em 31 de agosto de 2022 às 08h00.

Em 2021 surgiram mais de 3,9 milhões de micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais (MEIs) no Brasil – um aumento de 19,8% em relação a 2020, e de 53,9% em relação a 2018, ano em que 2,5 milhões de empreendedores se formalizaram, de acordo com o Sebrae.

Para evitar dores de cabeça na hora de gerar guias, declarar impostos ou produzir relatórios, muitos desses empreendedores têm recorrido a empresas de contabilidade digital.

Nesse cenário, ganham relevância empresas como a Razonet, que aposta no bom uso da tecnologia sem deixar de lado o atendimento humanizado para crescer.

A empresa, que atua em mais de 500 cidades e acumula mais de 2 mil clientes – entre eles pequenas empresas que adotam o regime tributário do Simples Nacional e microempreendedores individuais (MEIs) –, foi reconhecida neste ano como a startup mais inovadora da Região Sul do país.

O levantamento foi realizado pelo grupo O Amanhã e pelo IXL-Center, consultoria em inovação localizada na cidade de Boston, nos Estados Unidos. “O reconhecimento nos deixa orgulhosos, mas é apenas consequência de nosso principal objetivo: inovar na automação e nos processos para que o empreendedor disponha de mais tempo na gestão de seu próprio negócio”, comenta Luana Menegat, CEO da startup.

Em paralelo, a executiva comemora mais uma conquista: o título, pelo segundo ano consecutivo, da Razonet como uma das melhores empresas para trabalhar, segundo a consultoria Great Place to Work (GPTW).

Aplicativo da Razonet: com uma interface intuitiva, startup permite que MEIs e inscritos no Simples Nacional tenham acesso às informações de suas empresas (Razonet/Divulgação)

Onde contratar um bom contador

Ao contrário de outras empresas de contabilidade online, Luana destaca que, na Razonet, a inovação não se dá só pela automação de processos, mas também – e principalmente – pela entrega de uma boa experiência.

Um exemplo disso é o fato de os clientes não serem atendidos por robôs, mas sim por especialistas por meio de um canal exclusivo do WhatsApp: (49) 99830-0725. “Nosso objetivo é ajudar o empreendedor, respondendo rapidamente suas dúvidas e atendendo seus pedidos. Nossa participação é, de fato, ativa e presente”, afirma Luana.

Na Razonet, toda a rotina contábil dos clientes pode ser acompanhada via app: relatórios de faturamento, despesas e resultados, impostos em aberto, pagamentos, empregados ativos, cadastro de novos integrantes da equipe, variáveis na folha de pagamentos, solicitação de férias e alterações salariais são algumas delas.

Ainda é possível emitir notas fiscais, cadastrar produtos, clientes, transportadoras, anexar certificados digitais, demonstrativos contábeis, comprovantes, declarações e o que mais for importante para o controle do negócio.

De quebra, a empresa conta com seu próprio banco, o que a torna capaz de disponibilizar aos clientes os principais serviços e produtos bancários, mas com taxas mais atrativas. “Se o nosso cliente precisar de uma conta bancária, um cartão de crédito, uma maquininha ou linhas de crédito, podemos ajudá-lo”, explica Luana

Quanto custa um contador digital

Outro diferencial da Razonet está nas mensalidades, que partem de R$ 95,10 para empresas cadastradas no Simples Nacional, e R$ 55,30 para MEI – abaixo dos valores que costumam ser cobrados por outras empresas de contabilidade (entre meio e um salário-mínimo).

“Como temos um custo fixo com os processos, podemos diluir nossas despesas na quantidade de clientes, o que permite oferecer serviços de qualidade por um valor mais acessível”, explica a CEO.

A plataforma da Razonet conta ainda com um simulador para que o cliente possa comparar o seu cenário atual com o que teria na Razonet. “Dessa forma não há margem para dupla interpretação. Buscamos ser mais acessíveis porque acreditamos que vale muito para o pequeno empreendedor ter uma prestação de serviço mais em conta”, diz Luana.

Acompanhe tudo sobre:branded-content

Mais de Negócios

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Empreendedor produz 2,5 mil garrafas de vinho por ano na cidade

Após crise de R$ 5,7 bi, incorporadora PDG trabalha para restaurar confiança do cliente e do mercado

Mais na Exame