Consórcio com Odebrecht vai construir gasoduto no México

O projeto Los Ramones Fase II-Norte abarca a construção de um gasoduto para o sistema de transporte de gás natural por aproximadamente 450 km

São Paulo - O consórcio OAT, integrado pela brasileira Odebrecht, pela argentina Techint e pela mexicana Arendal, ganhou a concessão para construir um grande gasoduto no norte do México com um investimento previsto de aproximadamente 1,2 bilhão de dólares, informou nesta quarta-feira a companhia de petróleo estatal Pemex.

O consórcio "assinou contrato para engenharia e construção, já que provou cumprir todas as exigências necessárias", afirmou a Pemex (Petróleos Mexicanos) em um comunicado.

O projeto Los Ramones Fase II-Norte abarca a construção de um gasoduto para o sistema de transporte de gás natural por aproximadamente 450 km, do estado de Nuevo León (nordeste), na fronteira com os Estados Unidos, até o de San Luis Potosí (centro).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também