Cidades do Sul se unem para criar Vale do Silício brasileiro

Cidades sulistas de Joinville, Caxias do Sul, Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba lançam o TechRoad, programa conjunto para fomentar a inovação local
Porto Alegre: cidade apoia programa de inovação no Sul (Getty Images/Getty Images)
Porto Alegre: cidade apoia programa de inovação no Sul (Getty Images/Getty Images)
Por Maria Clara DiasPublicado em 06/05/2022 15:41 | Última atualização em 06/05/2022 15:41Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Uma nova parceria entre as cinco principais cidades da região Sul do país pretende alavancar investimentos em tecnologia. Trata-se do TechRoad, programa de inovação conjunto criado pelos municípios de Florianópolis, Joinville, Porto Alegre, Curitiba e Caxias do Sul. Inspirado pela realidade americana, o TechRoad nasce para ser algo como o Vale do Silício, berço da inovação tecnológica nos Estados Unidos, do Brasil.

Em ações conjuntas, as cinco cidades irão capitanear uma estratégia que busca trazer mais investimentos públicos e privados, atração de novos talentos e companhias essencialmente tecnológicas para a região. A ocasião escolhida para o lançamento da nova iniciativa foi o South Summit Brasil, evento de inovação que acontece nesta semana na capital gaúcha. O anúncio foi feito pelos prefeitos e representantes das cinco cidades.

LEIA TAMBÉM

No South Summit Brasil, ESG é pauta máxima entre empresas

Estas são as 4 startups mais inovadoras do mundo em 2022

Por trás da "rodovia da tecnologia", que funcionará como uma espécie de rede de incentivo à inovação, está um propósito claro: transformar o Sul do Brasil no mais novo polo tecnológico do país e um novo norte para investidores e empresas estrangeiras com capital aos montes e ainda sem destino certo.

Entre as táticas práticas para atingir esse feito estão a criação de programas educacionais em tecnologia, facilitação no acesso a capital e a união de calendários de eventos (a exemplo do South Summit) e divulgação de informações e recomendações entre as cinco cidades, que passarão a trabalhar juntas e se tornarão um único centro inovativo.

Além de atrair novos negócios para a região, o TechRoad também vai buscar potencializar as startups que já existem por lá - mais de 1.200, segundo dados de entidades como Sebrae Paraná, Distrito e Instituto Caldeira.