Chinesa ZTE tem alta de 30% no lucro do 1º semestre

Resultado foi impulsionado pela continuidade dos investimentos em infraestrutura de quarta geração (4G) e crescimento forte das vendas de celulares

Hong Kong - A fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações ZTE Corp divulgou nesta quinta-feira um aumento de 30 por cento no lucro líquido do primeiro semestre, impulsionada pela continuidade dos investimentos das operadoras de telefonia domésticas em infraestrutura de quarta geração (4G) e crescimento forte das vendas de celulares.

O lucro foi de 2,29 bilhões de iuanes (344 milhões de dólares), em linha com a estimativa anunciada em julho. A receita aumentou 13 por cento, para 54 bilhões de iuanes, também atingindo a projeção.

"Olhando para o segundo semestre de 2017, a empresa encara novas oportunidades", disse a ZTE em um comunicado publicado em chinês. "Os usuários 4G e o tráfego entrarão em um período de pico, os produtos pré-5G terão mais aplicações, enquanto a padronização, a tecnologia e testes 5G experimentarão um avanço".

A ZTE disse que a receita do seu negócio de equipamentos de telecomunicações cresceu 13 por cento, para 32,4 bilhões de iuanes. A unidade produz equipamentos de infraestrutura como torres de comunicações e responde por 60 por cento da receita geral.

A receita da unidade de bens de consumo subiu 24 por cento, para 17,9 bilhões de iuanes, principalmente devido ao aumento de vendas de dispositivos no exterior.

A ZTE é a única fabricante de smartphones chinesa com uma presença significativa nos EUA. Em março, a companhia concordou em pagar aos reguladores dos EUA uma multa de quase 900 milhões de dólares por infringir limitações de exportação, solucionando um problema que tinha potencial de romper sua cadeia de suprimentos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.