Chinesa Pang Da interrompe tentativa de compra da Saab

A Saab, que fabricou carros por 64 anos, sofreu problemas de financiamento a partir de março depois que as vendas de 2010 caíram para abaixo da meta

Pequim - A chinesa Pang Da Automobile Trade anunciou nesta quarta-feira que encerrou as tentativas de comprar a Saab após a declaração de falência da montadora sueca.

Uma corte declarou a falência da Saab na segunda-feira, encerrando uma batalha por financiamento que já durava nove meses por sua proprietária holandesa.

"Tendo em vista que a Saab pediu falência, a Pang Da Automobile Trade decidiu parar a operação de compra da Saab", disse a companhia em comunicado à Bolsa de Xangai.

A Saab, que fabricou carros por 64 anos, sofreu problemas de financiamento a partir de março depois que as vendas de 2010 caíram para abaixo da meta em meio à interrupção de sua venda pela General Motors.

A Saab não produz nenhum veículo desde abril e várias tentativas de resgate da montadora fracassaram. A proprietária Swedish Automobile disse que a GM -antiga dona e detentora de licenciamentos de tecnologia fundamentais- barrou um último plano de resgate pela investidora chinesa Youngman.

No começo de dezembro, a Pang Da estava otimista quanto ao resgate, dizendo que estava em negociações com várias partes para investir na Saab.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também