Chery pode contratar funcionários demitidos pela GM

Segundo Folha de S. Paulo, montadora já teria apresentado ao Ministério do Trabalho plano de absorver mão-de-obra

São Paulo – A montadora chinesa Chery pode contratar pelo menos 1.500 funcionários que serão demitidos pela General Motors na fábrica de São José dos Campos a partir de novembro deste ano. A fábrica da Chery está sendo construída em Jacareí, interior paulista. As informações são do jornal Folha de S.Paulo, desta quinta-feira.

De acordo com a reportagem, a companhia asiática já apresentou um plano ao Ministério do Trabalho para realocar os trabalhadores. Um cadastro profissional também foi criado para atrair os metalúrgicos.

Neste primeiro momento, a Chery pode contratar cerca de 1.200 pessoas. As contratações devem começar a ocorrer a partir do ano que vem e o número pode ser elevado para 4.000 até 2014, disse o jornal.

No mês passado, após inúmeras conversas com o sindicato, a GM decidiu suspender o contrato de 900 metalúrgicos – que estão recebendo bolsa de qualificação do MT. As demissões estão atreladas às mudanças de portfólio da montadora americana, que encerrou a produção de alguns modelos de automóveis no país.
 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.