Negócios
Acompanhe:

BP tem parceria "muito forte" com a russa Rosneft, diz CEO

Companhia britânica ocupa cadeira no conselho de administração da estatal russa de petróleo e gás, mas se mantém distante da política, segundo presidente

BP: empresa reafirmou parceria em momento que em Moscou pode ser alvo de novas sanções (Andrew Yates/AFP)

BP: empresa reafirmou parceria em momento que em Moscou pode ser alvo de novas sanções (Andrew Yates/AFP)

R
Reuters

24 de abril de 2018, 15h31

A BP tem uma parceria "muito forte" com a gigante do petróleo russa Rosneft , mas vai se manter longe da política, disse o presidente-executivo Bob Dudley nesta quinta-feira, já que Moscou pode enfrentar novas sanções ocidentais.

A BP tem participação de 19,75 por cento e uma cadeira no conselho na empresa estatal de petróleo e gás.

"Nós temos uma parceria muito forte com a Rosneft, temos há anos, mas nos mantemos fora da política", declarou Dudley no AIPN International Petroleum Summit, em Londres.

A Rússia pode enfrentar nova sanções na medida em que governos ocidentais medem ações contra Moscou pelos seus "esforços para desestabilizar nações".

O Grupo dos Sete, que lidera as nações industrializadas, condenou na semana passada o que disse ser o ataque descarado a um agente no Reino Unido. A Rússia nega qualquer envolvimento no ataque.