Boeing fornecerá 47 jatos 787 Dreamliners para a American Airlines

Fabricante norte-americana superou a francesa Airbus em contrato avaliado em mais de US$ 12 bilhões
American Airlines: "A meta era simplificar nossa frota o que tornou o (avião Boeing) 787 uma escolha mais atraente" (Paul Thomas/Bloomberg)
American Airlines: "A meta era simplificar nossa frota o que tornou o (avião Boeing) 787 uma escolha mais atraente" (Paul Thomas/Bloomberg)
R
Reuters

Publicado em 06/04/2018 às 20:33.

Última atualização em 06/04/2018 às 20:44.

A Boeing venceu um disputado contrato envolvendo fornecimento de 47 aviões 787 Dreamliners para a American Airlines, superando a rival europeia Airbus.

"Esta foi uma decisão difícil entre o Boeing 787 e o Airbus A350 e A330neo e agradecemos a ambos os fabricantes por seus agressivos esforços. No fim, a meta era simplificar nossa frota o que tornou o 787 uma escolha mais atraente", disse o presidente da American Airlines, Robert Isom, em comunicado.

O acordo, a preços de tabela, é avaliado em mais de 12 bilhões de dólares e representa mais um revés para o A330neo. Semanas atrás, a Hawaiian Airline desistiu de uma encomenda de seis A330-800neo em favor do 787 da Boeing, deixando essa versão do A330neo sem clientes.