A página inicial está de cara nova Experimentar close button

BlackBerry emite carta aberta para acalmar parceiros

Companhia afirma estar financeiramente estável e que "veio para ficar", mesmo após ter anunciado demissões em massa

Toronto - A BlackBerry tentou tranquilizar seus clientes e parceiros inquietos nesta na segunda-feira, afirmando estar financeiramente estável e que "veio para ficar", mesmo após ter anunciado demissões em massa e fontes dizerem que está em negociações para vender uma parte ou toda a empresa.

Em uma carta aberta publicada em 30 canais de notícias em nove países, a empresa de Waterloo baseada em Ontário ressaltou que seus clientes podem continuar a contar com o BlackBerry e os seus produtos, apesar dos desafios que enfrenta e as mudanças que está passando.

Os produtos da BlackBerry têm lutado para competir com o iPhone, da Apple, e inúmeros dispositivos alimentados pelo sistema operacional Android, do Google .

A nova linha de smartphones que funciona com o sistema operacional BlackBerry 10 também não foi capaz de reacender as vendas, o que levou a empresa no mês passado a anunciar que reduziria sua força de trabalho global em mais de um terço.

"Nossos clientes tem lido muito sobre o BlackBerry estes dias, enquanto nós chegamos às manchetes com certa frequência - isso criou muito barulho e confusão" disse Frank Boulben, diretor de marketing da empresa, em uma entrevista.

"Queremos que os clientes saibam que podem continuar a contar com a gente; estamos aqui para ficar. Temos caixa substancial em e nenhuma dívida. Estamos reestruturando nossa base de custos e esta é uma transição muito dolorosa, mas ela irá nos fazer financeiramente mais fortes e queremos passar essa mensagem diretamente aos nossos clientes".

A carta aberta está sendo distribuída via canais de mídia social e publicada na edição desta terça-feira de jornais ao redor do mundo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também