Avianca Brasil reforça voos ao Rio e a Brasília

Apenas uma nova rota foi criada, com o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, com dois voos diários

São Paulo - A Avianca Brasil anunciou nesta quinta-feira, 30, seus novos voos a partir de Congonhas, em São Paulo, possíveis por causa do recebimento de 17 novos slots (horários de pousos e decolagens) como parte do processo de distribuição de mais horários às chamadas aéreas "entrantes" no aeroporto - Azul e Avianca -, que possuíam menos de 12% do número total de movimentos observados ali.

A companhia optou por reforçar suas conexões no aeroporto com Rio de Janeiro, Brasília e Salvador.

Apenas uma nova rota foi criada, com o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, com dois voos diários.

Já a chamada ponte aérea, entre Congonhas e Santos Dumont, foi reforçada, com mais dois voos, totalizando 12, diariamente.

O diretor de Marketing e Comercial da Avianca, Tarcísio Gargioni, explicou que a opção por criar os voos para o Galeão está ligada não apenas em atender áreas da capital fluminense melhor servida pelo aeroporto, como Jacarepaguá e Barra, mas também reforçar a malha, já que do Galeão a companhia mantém diversos voos para o Nordeste.

A malha também foi reforçada para Brasília, principal centro de conexões (hub) da Avianca, passando de dois para cinco voos diários, com distribuição ao longo do dia.

Além disso, haverá mais um voo adicional alternado (um dia partindo de Brasília e no outro de Congonhas), referente ao slot desemparelhado que recebeu - cada dois slots correspondem a um voo, e a companhia recebeu 17 slots.

Completando a lista de novos voos, a Avianca também reforçou o atendimento a Salvador, onde operava apenas aos finais de semana e passará a voar diariamente.

"Achamos muito pouco ter voos só aos sábados e domingos, Salvador um mercado que tem volume grande com São Paulo e já comporta um voo direto", disse Gargioni.

Quando as regras para a distribuição de slots foram divulgadas - contemplando critérios como a participação no mercado doméstico e no mercado regional, e ainda a eficiência operacional (pontualidade e regularidade) -, o presidente da Avianca, José Efromovich, considerou a metodologia "injusta", uma vez que a companhia, com a menor participação de mercado entre as quatro grandes empresas do setor, receberia um número menor de slots e teria mais dificuldade de crescer.

Gargioni revelou que a companhia questionou os critérios, em particular o peso do market share, mas a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) não acatou a sugestão. "Defendíamos que o peso da eficiência operacional fosse maior", comentou.

"Agora não tem mais o que fazer, temos que colocar em prática (os novos voos), operar bem, para que possa manter esse índice de eficiência e entrar na próxima distribuição em condições favoráveis", disse.

Demanda

Apesar do lançamento de novos voos, Gargioni indicou que a demanda por transporte aéreo, em especial no segmento corporativo, recuou desde maio.

"Como temos um PIB muito baixo, na verdade uma retração econômica, por consequência temos uma retração de viajantes", disse.

Ele sinalizou, porém, que a expectativa é de ter uma boa expectativa com a alta temporada, no fim do ano.

"Muita gente deixou de viajar em julho e agora que está definida a eleição, a expectativa é que o cliente de lazer passe a viajar suas férias normalmente agora na alta temporada, então nossa expectativa é positiva", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.