A página inicial está de cara nova Experimentar close button

American Airlines pede mais tempo para reorganização

Controladora da companhia pediu à justiça mais uma extensão do período para arquivar um plano de saída da concordata

A controladora da American Airlines, a AMR, que planeja a fusão com a US Airways, pediu à justiça mais uma extensão do período para arquivar um plano de saída da concordata.

A empresa aérea e seu comitê de credores sem garantias pediram à Corte de Falências dos Estados Unidos na quarta-feira para ampliar o tempo durante o qual os credores não podem buscar seus próprios planos de reestruturação para a empresa, para até 29 de maio. Atualmente, a American Airlines tem até 15 de abril para entregar seu plano de reorganização.

A American e a US Airways anunciaram o plano de fusão no mês passado, em um negócio de 11 bilhões de dólares que pode formar a maior empresa aérea do mundo.

"O pedido de extensão é necessário para formular, negociar e propor um plano que considere a fusão", disse a empresa em um documento.

A AMR pediu concordata em novembro de 2011, citando altos custos trabalhistas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também