A próxima aventura de Elon Musk? Satélites de internet

Elon Musk está desenvolvendo modelos menores e menos caros de satélites para ampliar o acesso à internet, segundo o Wall Street Journal

	Elon Musk deve enfrentar grandes obstáculos financeiros, técnicos e regulamentares no novo projeto
 (John Moore/Getty Images)
Elon Musk deve enfrentar grandes obstáculos financeiros, técnicos e regulamentares no novo projeto (John Moore/Getty Images)
D
Diogo MaxPublicado em 08/11/2014 às 16:01.

São Paulo – Fundador da Tesla (montadora de carros elétricos) e da Space X (companhia de foguetes e equipamentos espaciais), o empreendedor Elon Musk vai partir para um nova missão.

Agora, segundo uma reportagem do Wall Street Journal, o bilionário está desenvolvendo modelos menores e menos caros de satélites para ampliar o acesso à internet.

Ainda não há muita informação de como o projeto será.

O que se sabe, no entanto, é que Musk está trabalhando com Gery Wyler, um ex-engenheiro do Google e um veterano na indústria de satélites.

Ambos já planejam lançar por volta de 700 satélites, que teriam a metade do tamanho dos aparelhos utilizados hoje dia, de acordo com o Wall Street Journal.

O jornal ainda salienta que o bilionário deve enfrentar grandes obstáculos financeiros, técnicos e regulamentares, e o custo para desenvolver este novo projeto deve atingir mais de US$ 1 bilhão.

Nada muito diferente das inovações (cheias de risco) deste empreendedor, um especialista em transformar loucura em inovação (e em dinheiro, claro).

Ele começou com a empresa de pagamentos PayPal e, após vendê-la ao Ebay por US$ 1,5 bilhão, investiu o dinheiro na criação da Tesla, cujos faturamento e valor de mercado da empresa dispararam.

Musk também criou a Space X, uma das únicas empresas privadas no mercado e que ganhou um contrato bilionário com a NASA, a agência espacial norte-americana.