Vulcão entra em erupção na ilha japonesa de Kyushu

Sakurajima é um dos vulcões mais ativos do Japão e erupções de vários níveis ocorrem regularmente. Em 2019, expeliu cinzas a 5,5 km de altura
 (AFP/AFP)
(AFP/AFP)
A
Agência BrasilPublicado em 24/07/2022 às 13:05.

Um vulcão na importante ilha de Kyushu, no Oeste do Japão, entrou em erupção no domingo, soltando fumaça preta. Não houve relatos de danos ou de feridos.

O vulcão, que se chama Sakurajima e está localizado na ponta sul de Kyushu, perto da cidade de Kagoshima, entrou em erupção por volta das 20h05 (horário local), informou a Agência Meteorológica Japonesa (JMA).

A televisão pública NHK citou relatos de pedras vulcânicas caindo a uma distância de 2,5 quilômetros (km) do vulcão. O nível de alerta de erupção aumentou para 5, o mais alto, com algumas áreas aconselhadas a serem esvaziadas, acrescentou a emissora.

Sakurajima é um dos vulcões mais ativos do Japão e erupções de vários níveis ocorrem regularmente. Em 2019, expeliu cinzas a 5,5 km de altura.

Não houve relatos de danos causados pela erupção de hoje, disse o vice-secretário-chefe do gabinete, Yoshihiko Isozaki, em entrevista coletiva, enquanto funcionários do governo buscavam mais informações sobre a situação.

Os reguladores nucleares disseram que não foram detectadas irregularidades na usina atômica de Sendai, que fica a cerca de 50 km do vulcão.

Imagens de vídeo mostraram o que parecia ser uma massa vermelha descendo de um lado do vulcão, com projéteis vermelhos sendo disparados para o alto.

A maior parte da cidade de Kagoshima fica do outro lado da baía do vulcão, mas várias áreas residenciais a cerca de 3 km da cratera podem ser esvaziadas dependendo da situação , disse a NHK.

A emissora informou ainda que 51 pessoas nas proximidades do local foram retiradas da área.