Venezuela corta sinal de televisão colombiana "Caracol"

Meios de comunicação venezuelanos asseguram que o canal "RCN" da Colômbia também sairá de serviço nas operadoras de TV a cabo da Venezuela

Bogotá - O sinal da emissora colombiano "Caracol Televisión" foi cortado na Venezuela na noite desta quarta-feira por ordem do governo do presidente Nicolás Maduro, informou o próprio meio de comunicação.

"A Caracol Televisión sai do ar na Venezuela por decisão de Nicolás Maduro", informou a emissora através do Twitter.

Posteriormente, em um comunicado, a "Caracol" lamentou a decisão do governo venezuelano.

"A Caracol sempre desempenhou seu trabalho jornalístico de maneira objetiva e verídica, e seguindo princípios considerados fundamentais: oferecer jornalismo com contexto e ouvir todos os pontos de vista", diz a nota da emissora.

Meios de comunicação venezuelanos asseguram que, nas próximas horas, o canal "RCN" da Colômbia também sairá de serviço nas operadoras de TV a cabo da Venezuela, tal como ocorreu há seis meses com a "CNN en Español" e agora com a "Caracol Televisión".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.