Veneza quer cobrar um euro por dia dos turistas

Apoiada por Silvio Berlusconi, medida quer garantir mais verbas para destinos turísticos da Itália

Roma - Veneza quer introduzir um imposto especial de um euro ao dia para todos os turistas que visitam a cidade, com o objetivo de sustentar suas escassas finanças, declarou nesta quarta-feira o prefeito, Giorgio Orsoni.

"Acredito que chegou o momento de Veneza tomar decisões desse tipo", escreveu o prefeito em um comunicado.

"Aprovo a sugestão do chefe de governo (Silvio Berlusconi) sobre a possibilidade de os turistas virem a pagar entrada para visitar Veneza", acrescentou o prefeito, eleito pelo Partido Democrático (PD, esquerda).

Durante um programa de televisão, Berlusconi considerou "lógico" que cidades altamente turísticas como Florença e Veneza introduzam um imposto.

Entre as cidades mais visitadas da Itália e do mundo, o número de turistas que viajam a Veneza cresceu de forma notável nos últimos anos, e, segundo as autoridades, soma 20 milhões ao ano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.