A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

UE aprova uso de 3ª dose de vacina da Moderna em imunodeficientes

De acordo com a Moderna, a terceira dose deve ser administrada ao menos 28 dias após a segunda dose da vacina

A Moderna anunciou nesta terça-feira, 5, em comunicado em seu site, que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) autorizou a administração de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica a pessoas imunodeficientes no território da União Europeia (UE).

  • Quer saber tudo sobre o desenvolvimento e eficácia de vacinas contra a covid-19? Assine a EXAME e fique por dentro.

De acordo com a empresa, a terceira dose deve ser administrada ao menos 28 dias após a segunda dose da vacina, de forma a reforçar a proteção em "indivíduos severamente imunocomprometidos de 12 anos ou mais".

Segundo a farmacêutica americana, um "número crescente" de estudos têm mostrado os benefícios de uma terceira dose em pessoas com sistemas imunológicos que apresentam resposta menos robusta às vacinas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também