Tsunami confirmado em ilha da Austrália após terremoto

Nova Zelândia e Ilhas Fiji seguem em alerta; ondas gigantes se formaram a 550 quilômetros da costa australiana

As autoridades da Austrália confirmaram nesta quarta, dia 10, a formação de um tsunami após um terremoto de magnitude 7.7 (a escala vai até 10) atingir o oceano Pacífico. O tsunami foi detectado na ilha Lord Howe, a 550 quilômetros da costa australiana. A Nova Zelândia alertou que ainda há risco de ondas gigantes e orientou a população a sair das praias e evitar rios, lagos e o mar. 

O terremoto ocorreu no Pacífico, a 415 quilômetros a leste da ilha de Nova Caledônia. Segundo o Sistema de Alerta de Tsunami dos Estados Unidos, novas ondas gigantes ainda poderiam se formar na Samoa Americana, ilhas Fiji e Nova Caledônia. 

"As áreas litorâneas da Nova Zelândia devem experimentar correntes fortes e raras, assim como movimentos imprevíseis nas praias", informou a Agência de Gestão de Risco da Nova Zelândia em comunicado.

Não há registros de mortos ou feridos. Nesta quinta, dia 11, as ondas já diminuíram e foi descartada a possibilidade de um novo tsunami.

(reportagem em atualização)

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.