Total de mortos no Rio chega a 359, dizem prefeituras

O número de mortos na tragédia na região serrana do Rio de Janeiro não para de subir e já chega a 359

Rio de Janeiro - O número de mortos na região serrana do Rio de Janeiro já chega a 359, de acordo com as prefeituras dos locais atingidos pelos deslizamentos de terra após um temporal. A prefeitura de Petrópolis confirmou, por volta das 10h30, que o total de mortes estava em 39. Três corpos foram resgatados nesta manhã na região do Cantagalo.

Em Nova Friburgo, o número de mortos chega a 168 e em Teresópolis, a 152. Com isso, o total de óbitos nas três cidades chega a 359.

O prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi, informou nesta manhã que a assistência a moradores de comunidades pequenas do Vale do Cuiabá, ponto muito castigado pelos temporais, está sendo feita pelo meio da mata nesta manhã, por conta da dificuldade de acesso às residências. Ele disse que mais de 1,5 mil casas foram destruídas no município.

Setenta assistentes sociais estão nas ruas levando alimento e água para os necessitados, e igrejas e escolas foram abertas para recebê-los. Em Itaipava, a prefeitura mandou limpar a região do centro, incluindo a rodoviária, para que os moradores pudessem se deslocar esta manhã.

Hospital de campanha

Um hospital de campanha começou a funcionar em Teresópolis para ajudar no atendimento às vítimas de deslizamentos, segundo informou na manhã de hoje a Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil (Sesdec).

A unidade, com cinco leitos, foi montada próximo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e da prefeitura. Trabalham no hospital dez médicos, sendo cinco socorristas do Corpo de Bombeiros e cinco clínicos gerais civis, mais quatro técnicos em enfermagem e dois enfermeiros.

A Sesdec também atua na prevenção de doenças como a leptospirose e diarreias, males que normalmente se propagam após as enchentes. Equipes da Subsecretaria de Vigilância em Saúde conversam com os moradores das áreas afetadas e distribuem cartilhas com informações sobre a transmissão das doenças. Além disso, a subsecretaria visita os abrigos para onde estão sendo levados os desalojados e desabrigados para avaliar as condições sanitárias desses espaços.

Medidas

A previsão é de que amanhã seja instalado um hospital de campanha em Nova Friburgo, que também foi atingida pelos deslizamentos de terra. Atendendo a um pedido do governo do Estado, a Petrobras enviará hoje helicópteros que serão utilizados em operações de busca nas áreas rurais e de difícil acesso na cidade. A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) mandará caminhões-pipa aos municípios de Teresópolis e Nova Friburgo para o auxílio imediato no abastecimento de água à população.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.