Suspeito de ataque era conhecido de agências de segurança alemãs

Suspeito pediu asilo na Alemanha, foi rejeitado em julho e tentativas de deportá-lo para a Tunísia falharam por falta de documentos

Berlim - O tunisiano suspeito de envolvimento em um ataque com um caminhão em Berlim estava em contato com militantes islâmicos na Renânia do Norte-Vestfália e era conhecido de agências de segurança alemãs, disse nesta quarta-feira o ministro estadual do Interior.

"Agências de segurança trocaram descobertas e informações sobre esta pessoa com o Centro Conjunto Antiterrorismo em novembro de 2016", disse o ministro do Interior da Renânia do Norte-Vestfália, Ralf Jaeger, durante entrevista coletiva.

Ele disse que o suspeito pediu asilo na Alemanha e foi rejeitado em julho. Tentativas de deportá-lo para a Tunísia falharam já que ele não tinha papéis de identificação, e autoridades tunisianas questionaram a nacionalidade dele.

Ele tinha se mudado de Renânia do Norte-Vestfália para Berlim em fevereiro de 2016 e tentou fazer da capital alemã sua nova casa, disse Jaeger, acrescentando que o tunisiano procurado pela polícia usava nomes diferentes.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.