Sobe para 45 número de mortos em bombardeio no Iêmen

Uma fonte da ONU havia confirmado alguns minutos antes um bombardeio em Al-Mazrak, sem ter condições de anunciar um balanço de vítimas

Sana - Pelo menos 45 pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas em um ataque aéreo que atingiu um acampamento de refugiados internos em Hajja, noroeste do Iêmen, anunciou um funcionário da ONG Médicos sem Fronteiras (MSF).

"Foi um bombardeio aéreo", disse Pablo Marco, diretor do programa da MSF para o Oriente Médio, antes de completar que o número de mortos deve ser ainda maior.

Uma fonte da ONU havia confirmado alguns minutos antes um bombardeio em Al-Mazrak, sem ter condições de anunciar um balanço de vítimas.

Aviões de guerra da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita bombardearam posições dos rebeldes huthis no Iêmen nos últimos cinco dias.

O acampamento atingido abriga desde 2009 iemenitas deslocados pelo conflito entre a milícia xiita e o governo central.

O diretor da MSF afirmou que nos últimos dois dias o acampamento havia recebido 500 novas famílias.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.