Sírio é 5º suspeito de participar ataques na Bélgica

Sírio identificado como Naïm al Hamed é um dos suspeitos de participação nos atentados de Paris, em novembro de 2015, e nos de Bruxelas

Bruxelas – Os serviços de inteligência europeus compartilharam informações sobre vários suspeitos envolvidos nos atentados de Paris, em novembro do ano passado, e nos de Bruxelas, na última terça-feira, e entre eles está um sírio identificado como Naïm al Hamed, segundo a imprensa belga.

Al Hamed, de 28 anos, era o único nome não conhecido até agora da lista de cinco membros do grupo que cometeu os ataques nas duas capitais, documento usado pelos serviços antiterroristas dos países europeus, informaram os jornais “La Dernière Heure” e “Morgen”.

Na ficha, há uma foto do fugitivo sírio e sua data de nascimento (1º de janeiro de 1988 na cidade síria de Hama). Além disso, há um alerta de que ele é “muito perigoso” e “pode estar armado”.

No entanto, o documento não dá detalhes sobre a eventual atuação de al Hamed nos atentados. Em Paris, 130 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas. Já em Bruxelas, 31 perderam a vida e há cerca de 300 feridos, muitos deles ainda nos hospitais da cidade.

Entre os outros membros da lista há dois belgas: Mohammed Abrini, em paradeiro desconhecido, e Najim Laachraoui. A imprensa belga afirma que Laachraoui foi um dos dois terroristas suicidas que explodiram bombas no aeroporto de Bruxelas de terça-feira.