Senado russo ratifica anexação da Crimeia e Sebastopol

Conselho da Federação ratificou por unanimidade o acordo por meio do qual a Crimeia e a cidade de Sebastopol se incorporaram à Rússia

Moscou - O Conselho da Federação (Câmara Alta do parlamento russo) ratificou nesta sexta-feira por unanimidade o acordo por meio do qual a Crimeia e a cidade de Sebastopol se incorporaram à Rússia, um dia após a Duma aprovar a medida.

Os 155 senadores presentes votaram a favor do acordo de adesão assinado na terça-feira pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, e os líderes da Crimeia e Sebastopol.

Com a aprovação do Senado, o trâmite parlamentar para incorporar a península ucraniana da Crimeia e o porto de Sebastopol à Rússia se completou, e falta apenas a promulgação das leis por parte de Putin.

O presidente poderia fazer isto hoje mesmo. O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, dissesse ontem que a incorporação da Crimeia e do porto de Sebastopol será formalizada ainda nesta semana.

Antes da votação de hoje no senado, Lavrov disse aos legisladores que o termo "anexação" da Crimeia à Rússia é ofensivo para os moradores da península.

"Quando se utilizam termos como anexação, considero que se ofende os cidadãos crimeanos e seu direito de expressar sua vontade", disse Lavrov em referência ao referendo no qual 97% dos eleitores locais se pronunciaram a favor da reunificação com a Rússia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.