• AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
  • AALR3 R$ 19,70 -0.25
  • AAPL34 R$ 73,76 0.27
  • ABCB4 R$ 17,02 3.28
  • ABEV3 R$ 14,74 0.34
  • AERI3 R$ 3,94 -10.05
  • AESB3 R$ 10,82 0.84
  • AGRO3 R$ 31,64 0.09
  • ALPA4 R$ 21,47 -1.01
  • ALSO3 R$ 20,22 1.76
  • ALUP11 R$ 26,38 0.73
  • AMAR3 R$ 2,48 4.20
  • AMBP3 R$ 30,37 2.50
  • AMER3 R$ 23,07 -2.49
  • AMZO34 R$ 72,52 1.38
  • ANIM3 R$ 5,71 2.88
  • ARZZ3 R$ 82,44 -0.40
  • ASAI3 R$ 15,89 3.38
  • AZUL4 R$ 22,11 4.00
  • B3SA3 R$ 11,92 2.32
  • BBAS3 R$ 36,41 2.80
Abra sua conta no BTG

Quebec quer cobrar imposto para quem não se vacinou contra covid-19

Governos em todo o mundo têm imposto restrições de movimento aos não vacinados
 (Flickr/abdallahh)
(Flickr/abdallahh)
Por ReutersPublicado em 11/01/2022 21:26 | Última atualização em 11/01/2022 21:27Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A província canadense de Quebec, a segunda mais populosa do país, planeja forçar os adultos que se recusam a tomar vacina contra a Covid-19 a pagar uma "contribuição de saúde", em medida que provavelmente estimulará um debate sobre direitos individuais e responsabilidade social.

O primeiro-ministro canadense, François Legault, disse a repórteres em uma entrevista nesta terça-feira que a proposta, cujos detalhes ainda estão sendo finalizados, não se aplicaria àqueles que não podem ser vacinados por razões médicas.

Como a política internacional impacta os investimentos? Aprenda a investir com a EXAME Academy

Pessoas não vacinadas prejudicam as demais, e o Ministério das Finanças da província está determinando uma quantia "significativa" que os moradores não vacinados seriam obrigados a pagar, disse Legault, acrescentando que esse valor não seria inferior a 100 dólares canadenses (79,50 dólares).

Governos em todo o mundo têm imposto restrições de movimento aos não vacinados, mas um imposto abrangente sobre todos os adultos não vacinados pode ser uma medida rara e controversa.

Embora esse imposto possa ser justificado no contexto de uma emergência de saúde, sobreviver a uma provável contestação judicial dependerá dos detalhes, disse Carolyn Ells, professora de Medicina e Ciências da Saúde da Universidade McGill.

Mas Ells expressou surpresa que o governo esteja dando um passo tão "dramático" agora, quando ainda restam opções como expandir ainda mais a obrigatoriedade de vacinas.

Províncias em todo o Canadá estão enfrentando um aumento exponencial nos casos de Covid-19 que tem forçado dezenas de milhares de pessoas ao isolamento e sobrecarregado o sistema de saúde.

A variante Ômicron, altamente transmissível, dificultou a contenção da disseminação e especialistas em saúde enfatizaram a importância de vacinar-se em dobro ou triplo.

Quer saber tudo sobre o ritmo da vacinação contra a covid-19 no Brasil e no Mundo? Assine a EXAME e fique por dentro.