Pyongyang ameaça tornar Seul e Washington em "mar de fogo"

No entanto, desta vez o conflito poderia se agravar mais do que o habitual devido à tensa situação vivida na península coreana

Seul - A Coreia do Norte ameaçou nesta quinta-feira em "transformar Washington e Seul em um mar de fogo" como resposta às próximas manobras militares de Estados Unidos e Coreia do Sul, o que agrava a já tensa situação entre os aliados e o regime de Kim Jong-un.

Pyongyang qualificou os exercícios militares conjuntos programados em território sul-coreano como "uma declaração de guerra", ao considerar que apontam para sua "liderança revolucionária", conforme comunicado divulgado pelo jornal "Rodong" do Partido dos Trabalhadores.

O regime norte-coreano também ameaçou em "transformar em cinzas as instalações militares dos EUA tanto na região da Ásia e do Pacífico, como em território continental americano".

É habitual que todo ano a Coreia do Norte faça este tipo de ameaças antes que seus "inimigos" realizem os exercícios militares Key Resolve e Foal Eagle nos meses de março e abril.

No entanto, desta vez o conflito poderia se agravar mais do que o habitual devido à tensa situação vivida na península coreana.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também