Mundo

Proporção de hindus da Índia cai diante de muçulmanos

Sacerdote hindu que virou político provocou um alvoroço no início deste ano quando disse que a mulher hindu deveria dar à luz quatro filhos


	Primeiro-ministro Narendra Modi pratica ioga em Nova Déli
 (Reuters)

Primeiro-ministro Narendra Modi pratica ioga em Nova Déli (Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 26 de agosto de 2015 às 11h03.

Nova Délhi - Os hindus passaram a ser menos de 80 por cento da população da Índia pela primeira vez desde a independência, e a mídia especula que o governo anterior deliberadamente atrasou a divulgação dos dados porque mostram um aumento da população muçulmana.

Membros do partido nacionalista hindu do primeiro-ministro Narendra Modi, que chegou ao poder no ano passado, têm expressado preocupação crescente com o aumento do número de muçulmanos no país.

Os dados do censo mostram que os hindus recuaram para 79,8 por cento do 1,2 bilhão de habitantes do país em 2011, em relação a 80,5 por cento uma década antes.

A porcentagem de muçulmanos aumentou de 13,4 por cento para 14,2 por cento em 2001 - o único grupo religioso importante a registar um aumento. Os cristãos permancem sendo 2,3 por cento e os sikhs caíram de 1,9 para 1,7 por cento.

Sakshi Maharaj, um sacerdote hindu que virou político, provocou um alvoroço, no início deste ano, quando disse que a mulher hindu deveria dar à luz quatro filhos para garantir que sua religião sobreviva.

No primeiro censo realizado após a Índia se tornar independente da Grã-Bretanha, em 1947, os hindus representavam 84,1 por cento da população indiana.

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaHindusÍndiaMuçulmanos

Mais de Mundo

Trump fará 1º comício após ataque neste sábado, em condado decisivo para a eleição

Eleições nos EUA: Trump discursa na Convenção Republicana nesta quinta; assista ao vivo

Eleições nos EUA: Quem são e o que pensam os eleitores republicanos?

Trump terá força para pacificar o mundo e conter Rússia, diz 'pai' do Brexit à EXAME

Mais na Exame