Polícia descarta motivação terrorista em massacre no Texas

As autoridades confirmaram que tudo indica que Kelley tenha se suicidado e acrescentaram que dez pessoas seguem em estado crítico

Sutherland Springs - A polícia descartou nesta segunda-feira que o massacre cometido neste domingo por Devin Patrick Kelley, que deixou 26 mortos em uma igreja batista de Sutherland Springs, no Texas (Estados Unidos), tenha sido motivado por questões raciais, religiosas ou terroristas, e atribuiu a ação do atirador a motivos pessoais.

"Não cogitamos que a ação de ontem se deva a motivos raciais ou religiosos; podemos dizer-lhes que havia uma série de problemas domésticos na sua família", afirmou a polícia em entrevista coletiva.

As autoridades também confirmaram que tudo indica que Kelley tenha se suicidado e acrescentaram que dez pessoas, do total de 20 feridos do tiroteio, seguem em estado crítico.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.