Polícia da Flórida investiga anúncio de venda de bebê na internet

Além do bebê de duas semanas colocado a venda por 500 dólares, o usuário oferecia a irmã de quatro anos gratuitamente
Crianças: "Daremos junto leite de fórmula e roupas", dizia o texto da mensagem publicitária (studiojh/Thinkstock)
Crianças: "Daremos junto leite de fórmula e roupas", dizia o texto da mensagem publicitária (studiojh/Thinkstock)
E
EFEPublicado em 26/11/2019 às 15:59.

Miami  — As autoridades da Flórida, no Estados Unidos, estão investigando um anúncio publicado no site de compra e venda "Craiglist", em que um usuário teria colocado a venda um recém-nascido por US$ 500 (R$ 2,1 mil), segundo publicou nesta terça-feira o jornal "Miami Herald".

"O bebê tem duas semanas, dorme e não faz barulho durante a noite. Daremos junto leite de fórmula e roupas", dizia o texto da mensagem publicitária.

Além do bebê, o anúncio ainda oferecia gratuitamente a irmã de quatro anos do recém-nascido.

"Vivo em um bairro tranquilo e influente. Trabalho para o Departamento de Crianças e Famílias e não quero ser julgada por não querer essas crianças", apontava a publicação, que já foi retirada do ar pelo próprio site.

Policiais identificaram e interrogaram uma mulher considerada suspeita, além de estarem verificando os registros digitais para tentar conseguir identificar o responsável, informou o "Miami Herald".

Até o momento, os investigadores ainda não estão seguros de que o anúncio tenha sido um engano ou se alguém, realmente, pretendia vender o bebê. Segundo a porta-voz da Polícia Estadual da Flórida, Gretl Plessinger, o caso está sendo analisado desde sexta-feira.