Pilotos serão alertados sobre congelamento de sondas

Reguladores de aviação deverão emitir nova orientação para pilotos após investigações sobre a queda de um avião da Air Algerie no Mali em julho passado

Paris - Reguladores de aviação deverão emitir nova orientação para pilotos após investigações sobre a queda de um avião da Air Algerie no Mali em julho passado terem descoberto que a aeronave ficou fora de controle depois de ser atingida por gelo depois de um sistema anti-gelo ter permanecido desligado.

A agência francesa de investigação BEA, que está ajudando o Mali a investigar o acidente que matou 116 pessoas, disse que o jato MD-83 parece ter tido problemas depois de sondas vitais que medem a pressão nas entradas do motor terem sido bloqueadas com gelo.

Sondas operantes são necessárias para ajudar a aeronave McDonnell-Douglas a medir o empuxo de seus motores. A McDonnell-Douglas foi comprada pela Boeing em 1997.

Com as sondas congeladas em um momento em que o jato passava por uma tempestade, o piloto automático do avião avaliou que a potência estava muito alta, diminuido os motores abaixo do nível necessário para manter a altura de cruzeiro, o que iniciou uma cadeia de eventos que culminou com a perda de controle, disse a BEA em seu site.

O comunicado explicou algumas das causas do acidente e disse que reguladores dos Estados Unidos e da Europa foram notificados para emitir a nova orientação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.