Papa denuncia “violência cega do terrorismo” e reza por Barcelona

É a segunda vez desde ontem, sexta-feira, que o papa se pronuncia sobre o terrorismo por conta dos atentados de Barcelona e Cambrils (nordeste da Espanha).

Cidade do Vaticano – O papa Francisco denunciou neste sábado a “violência cega do terrorismo” e reiterou que reza pelas vítimas dos atentados ocorridos nos últimos dias em um tweet publicado em seu perfil oficial.

“Rezo por todas as vítimas dos atentados destes dias. Que a violência cega do terrorismo não encontre lugar no mundo!”, disse o pontífice na rede social.

É a segunda vez desde ontem, sexta-feira, que o papa se pronuncia sobre o terrorismo por conta dos atentados de Barcelona e Cambrils (nordeste da Espanha).

Francisco enviou na sexta-feira uma mensagem através do secretário de Estado vaticano, Pietro Parolin, ao arcebispo de Barcelona, o cardeal Juan José Omella.

“O papa Francisco deseja expressar o seu mais profundo pesar pelas vítimas que perderam a vida em uma ação tão desumana e oferece votos pelo seu eterno descanso”, escreveu o papa na mensagem assinada por Parolin.

Segundo diz Francisco na mensagem enviada a Omella, o terrorismo é “uma ofensa gravíssima ao criador”, e disse que reza para que o “altíssimo nos ajude a continuar trabalhando com determinação pela paz e a concordância no mundo”.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.