Onda de refugiados interrompe trens entre Áustria e Hungria

A interrupção não afeta apenas os trens rumo à Hungria, mas também várias conexões regionais para regiões de fronteira com o país

Viena - A circulação de trens que saem da Áustria rumo à Hungria teve que ser interrompida nesta quinta-feira devido à "sobrecarga" dos veículos com centenas de refugiados que querem chegar a Viena e depois continuar viagem em direção à Alemanha.

"A ÖBB (empresa responsável pelas ferrovias austríacas) deve interromper transitoriamente o tráfego de trens rumo à Hungria devido à sobrecarga de trens procedentes da Áustria", explicou a empresa em comunicado.

A interrupção não afeta apenas os trens rumo à Hungria, mas também várias conexões regionais para regiões de fronteira com o país. A companhia estatal informou que trabalha para poder manter uma circulação estável.

A Áustria recebeu cerca de três mil refugiados vindos da Hungria na madrugada passada. Os imigrantes estão sendo levados a estações em Viena, das quais seguirão viagem.

As centenas de refugiados que chegam se somam aos que já esperam nas estações, sobrecarregando tanto a capacidade dos abrigos como a de embarque em trens para a Alemanha.

"A forte afluência de pessoas em combinação com o elevado número que espera nas estações para continuar sua viagem já ultrapassa a capacidade de trens disponíveis desde o começo da manhã", detalha a ÖBB em comunicado.

Apesar de continuarem a chegar a Viena mais refugiados do que a quantidade que sai, ainda não está prevista a habilitação de trens especiais rumo à Alemanha.

"Fazemos tudo o que podemos, mas não é suficiente", reconheceu o porta-voz da ÖBB em entrevista à agência "APA".

A empresa pediu que não sejam transportados mais refugiados para as estações de Viena já que, caso contrário, "não será possível garantir um desenvolvimento ordenado da atual situação".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.