Obama quer que os EUA recebam 10.000 refugiados sírios

Atualmente, os Estados Unidos aceitam cerca de 70.000 refugiados de conflitos e perseguições por ano, mas têm evitado aceitar sírios

O presidente Barack Obama ordenou que sua equipe estude a admissão de ao menos 10.000 refugiados da Síria no próximo ano, informou a Casa Branca.

Diante das críticas de que a administração Obama não está fazendo o suficiente para ajudar os sírios que fogem da brutal guerra civil em seu país, o o porta-voz da Casa Branca disse que o presidente pediu preparações para que sejam aceitos ao menos 10.000 refugiados no próximo ano fiscal, que começa em 1o. de outubro.

Atualmente, os Estados Unidos aceitam cerca de 70.000 refugiados de conflitos e perseguições por ano, mas têm evitado aceitar sírios.

Os refugiados da Síria são submetidos a uma rígida checagem de segurança para impedir a entrada de extremistas em território americano.

Cerca de quatro milhões de sírios fugiram do país durante quatro anos de guerra.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.