Novo Centro de Produção da McLaren é construído de maneira sustentável

A fábrica com 34.500 metros quadrados abrigará a montagem de todos os futuros automóveis esportivos da empresa

São Paulo – O novo Centro de Produção da McLaren, construído de maneira sustentável pelo escritório de arquitetura Foster + Partners, foi inaugurado na última quinta-feira (17). O lançamento contou com a presença do primeiro ministro da Inglaterra, David Cameron.

O centro de produção está localizado perto de um Centro de Tecnologia da McLeren já existente. Os dois edifícios estão conectados por um túnel subterrâneo e utilizam a mesma linguagem arquitetônica e materiais.

A fábrica com 34.500 metros quadrados abrigará a montagem de todos os futuros automóveis esportivos da empresa. A planta da fábrica é inteiramente flexível, com um amplo espaço entre as colunas e serviços totalmente integrados.

O arranjo linear da estrutura de dois andares se espelha no fluxo da linha de produção, onde os componentes são entregues; os carros são montados, pintados e testados, depois passam por uma esteira rolante de lavagem antes de deixarem o edifício. Abaixo destes pisos existe um porão para armazenamento dos veículos e, no andar acima, um mezanino com vista para a linha de produção.

O edifício foi aterrado na inclinação suave do local, para ter uma presença discreta na paisagem. O piso inferior é afundado completamente abaixo do solo, então a superestrutura é quase invisível a partir da estrada nas proximidades.


A linha de produção se beneficiará do isolamento térmico natural, que mantém a planta fresca durante o verão e aquecida durante o inverno. Jardins e árvores também foram plantadas no entorno do local para uni-lo à paisagem. O solo que foi retirado para a construção do edifício foi realocado em volta do galpão, onde foram plantadas árvores.

A cobertura do prédio possui um sistema de captação de água da chuva, que irriga a vegetação local. Apesar de ainda não terem sido instalados, a cobertura também possuirá painéis fotovoltaicos, gerando energia limpa para a produção automobilística.

Ar fresco percorre o interior do edifício através de um sistema de ventilação por deslocamento, que possui baixo consumo energético.

“O Centrode Produção McLaren é um salto adiante na evolução de edifícios industriais, tanto socialmente, e em termos de condições de trabalho, como tecnologicamente em sua flexibilidade, sofisticaçãoda e integração de serviços.

A escala e agrandiosidade do salão principal é um complemento à pureza dos carros da McLaren, que sairãoda sua linha de produção”, afirma o Lord Norman Foster, arquiteto criador e diretor da Foster + Partners.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.