Mundo
Acompanhe:

Navio de guerra dos EUA passa no estreito que separa Taiwan e China

Esta foi a primeira manobra do tipo desde a reunião virtual entre Joe Biden e Xi Jinping na semana passada

 (AFP/AFP)

(AFP/AFP)

A
AFP

Publicado em 23 de novembro de 2021, 06h55.

Última atualização em 23 de novembro de 2021, 08h11.

Um navio de guerra americano navegou pelo estreito que separa Taiwan e a China continental na terça-feira, informou a Marinha, na primeira manobra do tipo desde a reunião virtual entre Joe Biden e Xi Jinping na semana passada.

A passagem pelo estreito de Taiwan do destróier USS Milius, equipado com mísseis guiados do tipo Arleigh Burke, foi uma manobra de rotina, informou a Sétima Frota dos Estados Unidos em um comunicado.

  • Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME

O trajeto, o 11º deste estilo no decorrer do ano dos chamados exercícios de liberdade de navegação, "demonstra o compromisso americano com um Indo-Pacífico livre e aberto", afirma o comunicado.

A manobra aconteceu uma semana depois da reunião entre o presidente Joe Biden e seu colega chinês Xi Jinping, quando os dois líderes trocaram advertências sobre a situação em Taiwan.

A ilha governada de forma democrática e reivindicada por Pequim é foco de tensões entre as duas grandes potências mundiais.

Navios de guerra americanos atravessam com frequência o estreito entre Taiwan e a China continental, o que provoca a irritação das autoridades comunistas que consideram a ilha e as águas que a cercam parte de seu território.