Ministro do Irã diz que China é fundamental para salvar acordo nuclear

Com a saída dos EUA do acordo nuclear do Irã em maio, o ministro iraniano afirmou que a China será fundamental para a manutenção do acordo

Singapura - O ministro de Relações Exteriores do Irã disse nesta sexta-feira que a China é "fundamental" para salvar um acordo nuclear multilateral com Teerã depois que os Estados Unidos se retiraram do tratado no início deste ano.

Em maio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou Washington do acordo, sob o qual sanções internacionais contra Teerã foram suspensas em troca de reduções no programa nuclear iraniano.

Entretanto, Trump ordenou a imposição de sanções contra Teerã, e uma autoridade graduada do Departamento de Estado norte-americano disse que Washington orientou seus aliados a cortar as importações de petróleo iraniano até novembro. O Irã e outros signatários, incluindo a China, têm tentado preservar o acordo.

"O papel da China na implementação do JCPOA, na concretização do JCPOA, e agora na sustentação do JCPOA, será fundamental", disse Mohammad Javad Zarif, em referência ao nome técnico do acordo nuclear.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.