Manifestantes em Moscou pedem intervenção na Crimeia

Milhares se manifestaram para criticar a mudança de poder na Ucrânia e apoiar a população de origem russa na península

Moscou - Milhares de pessoas se manifestaram neste domingo no centro Moscou para criticar a mudança de poder na Ucrânia e apoiar a população de origem russa na península da Crimeia, pouco após terminar na capital russa um protesto contra a guerra.

Segundo informou o Ministério do Interior, na passeata, que partiu da praça Pushkin, participaram 27 mil pessoas, convocadas "para apoiar o povo irmão em sua luta contra os provocadores que tomaram o poder em Kiev".

Os manifestantes marcharam com bandeiras russas e cartazes com mensagens como "Defenderemos a Crimeia" e "A Crimeia está conosco".

"Em Kiev chegaram ao poder verdadeiros fascistas. As pessoas que eu amo agora estão em perigo, a Crimeia é minha terra natal", disse um participante da manifestação ao site "Life News"

Além da passeata, 50 carros organizaram uma caravana na colinas de Vorobiev, antigas colinas de Lênin, também em apoio dos russos da Crimeia.

A manifestação em apoio dos russos da Crimeia e contra as novas autoridades de Kiev ocorrem sem incidentes pouco depois que terminasse em uma área próxima de Moscou um protesto contra a intervenção da Rússia nessa península ucraniana.

Mais de 300 pessoas foram detidas neste protesto no qual gritaram "não à guerra", segundo meios de comunicação locais e organizações de defesa dos direitos humanos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.