Macron pede que eleitores indecisos votem no 2º turno

O candidato centrista disse que se recusar a votar equivale a ajudar Marine Le Pen a tirar a França da União Europeia e do euro
Emmanuel Macron: "Vamos todos enfrentar nossas responsabilidades", disse Macron em uma entrevista à rede de TV francesa TF1 (Stephane Mahe/Reuters)
Emmanuel Macron: "Vamos todos enfrentar nossas responsabilidades", disse Macron em uma entrevista à rede de TV francesa TF1 (Stephane Mahe/Reuters)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 27/04/2017 às 20:13.

Paris - O candidato centrista à presidência da França, Emmanuel Macron, alertou os eleitores indecisos e os que não pretendem votar no segundo turno da eleição presidencial do país, que a baixa participação aumentaria as chances da candidata da extrema-direita, Marine Le Pen.

"Vamos todos enfrentar nossas responsabilidades", disse Macron em uma entrevista à rede de TV francesa TF1 nesta quinta-feira.

Ele disse que se recusar a votar equivale a ajudar Le Pen a tirar a França da União Europeia e do euro.

Até o momento, as pesquisas consideram Macron favorito para vencer a eleição.