Líbios pedem renúncia de Kadafi em Trípoli, segundo Al Jazeera

Apesar das informações, dados que vêm das cidades ainda controladas pelo regime são confusos

Cairo – Centenas de pessoas saíram nesta sexta-feira às ruas de Trípoli para exigir a renúncia do líder Muammar Kadafi, embora o desdobramento de forças de segurança na capital líbia seja total, segundo a rede de televisão “Al Jazeera”.

Em inúmeras cidades da Líbia também foram convocadas manifestações similares para depois do fim das orações da sexta-feira nas mesquitas, embora os dados das cidades controladas pelo regime sejam confusos.

Os jornalistas convidados a Trípoli pelo próprio Governo de Kadafi foram proibidos na manhã desta sexta-feira a sair do hotel para cobrir as movimentações na rua, sob o pretexto de que sua presença pode suscitar distúrbios e em uma aparente mostra de insegurança do regime.

A capital líbia permanece desde o começo das revoltas populares em 17 de fevereiro sob um ferrenho controle de segurança dos partidários de Kadafi, que vem protagonizando uma repressão sangrenta.

A incerteza paira sobre o alcance desses protestos populares nas cidades ocidentais do país, onde o Governo de Kadafi utilizou com sucesso militares leais e mercenários subsaarianos, principalmente do Chade e Sudão, para sufocá-los.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.