Kiev prepara plano para retirar ucranianos da Crimeia

Governo de Kiev aprovou um plano para evacuar, em caso de necessidade, os cidadãos ucranianos da Crimeia

Kiev - O governo de Kiev aprovou nesta quarta-feira um plano para evacuar, em caso de necessidade, os cidadãos ucranianos da Crimeia, península que ontem foi anexada pela Rússia.

O porta-voz do Executivo ucraniano, Ostal Semerak, disse em entrevista coletiva que o plano foi preparado pelo governo e o Conselho de Segurança, órgão assessor adjunto, e ratificado na reunião do Conselho de Ministros.

"Prevemos que o processo poderá ser realizado em grande escala", afirmou. Segundo o porta-voz, o governo já ordenou a todos os órgãos do executivo a se prepararem para a medida.

"O plano contempla encarregar a todos os órgãos do poder executivo que realizem a etapa preparatória e cumpram as tarefas que já no dia de hoje têm que enfrentar", disse o funcionário.

Semerak disse que o governo já está trabalhando para poder receber os cidadãos crimeanos que deixaram suas casas e que foi montado um centro de atendimento para "refugiados".

O ministro não deu detalhes sobre o plano de evacuação, mas lembrou que algumas regiões da Ucrânia já se ofereceram para receber seus compatriotas da Crimeia.

Na península da Crimeia vivem dois milhões de pessoas, das quais cerca de 60% são de origem russa, 24% ucraniana e 12% tártara.

*Atualizada às 13h33 do dia 19/03/2014

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.