Johnson quer adiar Brexit se não houver acordo até dia 19, diz documento

Em documentos enviados a um tribunal escocês, o governo disse que Johnson aceita que é obrigado a enviar uma carta à UE pedindo um adiamento

Londres — O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, enviará uma carta à União Europeia pedindo um adiamento no Brexit se nenhum acordo de separação tiver sido fechado até 19 de outubro, segundo documentos do governo submetidos a um tribunal escocês, informou a BBC.

No mês passado, parlamentares de oposição e rebeldes do próprio Partido Conservador de Johnson aprovaram uma lei exigindo que o premiê solicitasse uma extensão do Brexit, mas o premiê, embora prometendo cumprir a legislação, disse que o Reino Unido deixaria a UE de qualquer forma em 31 de outubro.

Em documentos enviados a um tribunal escocês, onde ativistas anti-Brexit estão tentando obter uma ordem para forçar o premiê a cumprir a lei, o governo disse que Johnson aceita que é obrigado a enviar uma carta à UE pedindo um adiamento.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.